Conselho Municipal do Patrimônio Artístico Cultural realiza reunião sobre o Galpão do Sal


Reunião Extraordinária do Conselho Municipal do Patrimônio Artístico Cultural (Cmupac), que aconteceu na última quarta-feira (6), no Solar dos Massa, foi marcada pelos argumentos de preservação

ou demolição do Galpão do Sal. O imóvel fica às margens do Canal do Itajuru,  no Bairro da Passagem, de frente para Ilha do Japonês. Em mais um encontro de sala cheia, conselheiros ouviram e viram argumentos, com fotos ilustrativas, sobre o local desde  antes dos aterros feitos na Boca da Barra para instalação dos portos de sal.

De acordo com o representante da Secretaria de Cultura no Conselho, o arquiteto Sérgio Nogueira ” a reunião foi importante e imprescindível para a formação do entendimento pelos conselheiros e foi a oportunidade de conhecermos algumas visões sobre o assunto. Destaco o trabalho do Manoel Vieira, como também a visão do historiador João Ricardo”, afirma o arquiteto.

“Só um Conselho forte e democrático tem possibilidade e magnitude de realizar uma reunião dando a possibilidade de se expor as diferentes visões da sociedade. Ontem o Conselho amadureceu o seu entendimento quanto a questão. Basta agora sanear o processo administrativo, castigado por ações errôneas ou impróprias, para que possamos deliberar com segurança jurídica e consciência histórica e cidadania”, finalizou Sérgio Nogueira.

CulturaDestaqueNotícias

Comentários estão desabilitados.

FECHAR ACESSIBIILIDADE
%d blogueiros gostam disto: