Pôr do Sol Histórico terá referências a Nando Reis e Arnaldo Antunes


Fãs de Nando Reis e Arnaldo Antunes terão um programa imperdível nesta sexta-feira (22): a quarta edição do Pôr do Sol Histórico, projeto da Secretaria de Turismo em parceria com o Museu de Arte Religiosa e Tradicional (Mart), desenvolvido através da Superintendência de Turismo Histórico e Social. A atividade acontecerá às 17 horas, com concentração em frente ao Mart (no Largo de Santo Antônio, ao lado da ponte Feliciano Sodré). O evento é gratuito e aberto ao público de todas as idades.

Lançado em outubro de 2018, o projeto era promovido sempre na última quarta-feira do mês (em dezembro, a terceira edição foi cancelada devido ao mau tempo), mas a partir de janeiro deste ano passou a acontecer na última sexta-feira. Através do projeto, os participantes se reúnem em frente ao Museu, e de lá seguem juntos até o alto do Morro da Guia, de onde acompanham o pôr do sol embalado por histórias de Cabo Frio, música e poesia. Nesta edição, a música será um tributo a Nando Reis, com poesias de Arnaldo Antunes, ambos eternos Titãs.

Mas, a mudança na data de realização do projeto, até então mensal, não é a única novidade deste ano. O Pôr do Sol Histórico está sendo ampliado, e a partir de março terá uma edição extra, em frente à lagoa na Praia do Siqueira, considerado o recanto com o mais belo pôr do sol de toda a cidade. A ideia é que esta edição extra aconteça sempre na segunda sexta-feira de cada mês, no entanto, devido à proximidade com o carnaval, a estreia será no dia 15 de março.

“O Pôr do Sol Histórico é um complemento do Caminhos da História, lançado no primeiro semestre de 2017, e consiste numa caminhada pelo complexo histórico central da cidade. A ideia é reunir pessoas que queiram desfrutar de um belo pôr do sol, e ainda conhecer um pouco da história local, com um toque de música e poesia. São sempre encontros temáticos. Na primeira edição, por exemplo, tivemos músicas de Tim Maia, e poesias do nosso grande poeta Victorino Carriço”, explicou Paulo Cotias, superintendente de Turismo Histórico e Social, lembrando que o evento pode ser adiado em caso de chuva.

DestaqueTurismo

Comentários estão desabilitados.

FECHAR ACESSIBIILIDADE
%d blogueiros gostam disto: