Cabo Frio celebra conquistas no Dia Nacional da Alimentação na Escola

Alunos da rede municipal recebem diariamente alimentação equilibrada conforme as determinaçãoes do Programa Nacional de Alimentação Escolar

Nesta sexta-feira (21), é comemorado o Dia Nacional da Alimentação na Escola e, para marcar a data, a Prefeitura de Cabo Frio reforça que, desde janeiro de 2021, com o início da atual gestão municipal, os estudantes de Cabo Frio voltaram a ser prioridade para o governo, com a reconstrução da rede municipal de Educação.

A alimentação escolar conta com produtos in natura ou minimamente processados que são oferecidos no desjejum, colação e almoço; além do jantar, nas escolas com terceiro turno e creches. Ao todo, foram investidos, neste período, cerca de R$ 17 milhões e, somente no mês de setembro, foram entregues mais de 80 mil quilos desses produtos nas 92 unidades escolares do primeiro distrito e em Tamoios.

A equipe da Secretaria de Educação é formada por nutricionistas que atuam na sede e profissionais de campo que percorrem as escolas, orientando os manipuladores de alimentos e os demais colaboradores em cada unidade escolar. Além disso, o Conselho Municipal de Alimentação Escolar acompanha todo o processo.

Os cardápios são calculados com base nas recomendações nutricionais estabelecidas pelo PNAE através da RDC 06, de 8 de maio de 2020, considerando também aspectos culturais da região, faixa etária e aceitabilidade dos alunos.

As questões de higiene, necessárias à segurança alimentar dos alunos atendidos pelo PNAE, são estabelecidas por documentos elaborados pelo corpo técnico de nutricionistas da Secretaria de Educação, como Manual de Boas Práticas; formações para os manipuladores de alimentos; orientações e fiscalizações rotineiras das nutricionistas responsáveis pela supervisão nas unidades escolares.

Uma das determinações do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), é a inserção de gêneros da agricultura familiar nos cardápios escolares. Com base nessa obrigatoriedade, o município incluiu na chamada pública destinada à alimentação escolar, os seguintes itens: banana, alface, couve, cheiro verde, aipim, batata doce, abóbora, farinha de mandioca, laranja, melancia, ovos, abacaxi, beterraba e pimentão.

Além disso, a Secretaria de Educação atua nas escolas com o Programa de Educação Alimentar e Nutricional (EAN), que possui ações obrigatórias com o objetivo de instigar e despertar o desejo de todos difundirem ações de educação alimentar e nutricional, promovendo o debate sobre os temas de alimentação e nutrição, da autonomia dos estudantes, para escolhas alimentares conscientes e saudáveis.

No próximo mês, a equipe vai iniciar ainda o processo de avaliação antropométrica dos alunos da rede municipal, com o objetivo de avaliar o estado nutricional dos estudantes.

“O PNAE é uma política pública essencial aos alunos, no que se refere aos impactos nutricionais e desenvolvimento educacional. O ambiente escolar é um local de infinitas possibilidades para o desenvolvimento de ações e projetos importantes que possam contribuir para a formação do aluno”, comentou a responsável técnica pelo PNAE na Secretaria de Educação de Cabo Frio e especialista em Nutrição Clínica, Fabiana Rosa.

Últimas Notícias

NOTA EXPLICATIVA: Nesta página estão detalhados os lançamentos feitos em nome de ANDRE LUIZ NASCIMENTO VIEIRA E OUTROS, no Exercício de 2021 e MARLLON GOMES DA SILVA TEIXEIRA E OUTROS no Exercício de 2022, feitos de modo sumarizado.

Para consulta dos demais pagamentos de diárias clique aqui. Após informar o ano desejado selecione a opção DESPESAS > DIÁRIAS.

Observação: nos períodos anteriores à 2021 os pagamentos desta espécie eram realizados por meio de Processo Administrativo de adiantamento e prestação de contas por força do Decreto 3.297/2005