Estudantes participam de edição especial do Caminhos da História

Nesta quarta-feira (25), o projeto Caminhos da História promoveu uma aula diferenciada com os alunos do Ciep José de Dome, localizado no bairro Tangará. O grupo percorreu vários pontos turísticos da cidade com o historiador Paulo Cotias, e aprendeu um pouco mais da história e do patrimônio local. A ação é uma parceria entre a Secretaria de Cultura de Cabo Frio e a Universidade Estácio de Sá. Para participar, as escolas interessadas devem se inscrever no Charitas ou através do site (www.resenhaculturalcf.blogspot.com).


SAIBA MAIS

Teatro Municipal recebe Risotril Comedy Festival

Busão da Cultura chega ao Parque Eldorado II


Esta edição especial foi realizada somente com os alunos da rede pública, porém a iniciativa é aberta ao público de todas as idades. Nas últimas edições, por exemplo, o público foi composto apenas de idosos atendidos pela Coordenadoria Municipal da Pessoa Idosa. De acordo com o prefeito Marquinho Mendes, a parceria entre o governo municipal e a universidade tem conseguido recuperar o interesse das pessoas pela cidade.


“Existem muitas pessoas que moram em Cabo Frio, vivem e trabalham aqui, mas desconhecem nossa história. Por isso essa parceria da Prefeitura com a Estácio tem sido fundamental. E o melhor é que não nenhum tipo de custo pra ninguém: é um projeto totalmente gratuito que trabalha o resgate da nossa história e a valorização da nossa cultura”, comentou o prefeito.


O projeto Caminhos da História consiste em uma caminhada, percorrendo todo complexo histórico central da cidade. A rica história que compõe a cultura, a memória e seu surgimento são contadas através dos monumentos, pontos históricos e ruas do município. Geralmente, a concentração começa em frente ao Convento Nossa Senhora dos Anjos, no Centro da cidade, depois segue a pé pelo Morro da Guia, Fonte do Itajurú, Rua Érico Coelho, Praça D. Pedro II, Praça Porto Rocha, Igreja Matriz, Charitas, Tamoio e Corpo de Bombeiros, finalizando o trajeto na praia, subindo a Rua 13 de Novembro. Quando a edição é feita com idosos, a Secretaria de Cultura sede um ônibus para o transporte.


Últimas Notícias

Sua Denúncia foi enviada com sucesso

As informações foram  enviadas para seu e-mail.