NOTA

Agentes da Guarda Marítima e Ambiental percorreram na manhã desta sexta-feira (29) todas as praias do município. Não foram encontrados fragmentos de óleo.

Na quinta-feira (28), foram coletados pequenos pedaços de óleo na área certificada pelo Programa Bandeira Azul, entre as praias do Peró e Conchas. O material foi entregue à Capitania dos Portos e será encaminhado para análise do Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM), órgão da Marinha do Brasil.

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente, os fragmentos podem ser resíduos de um vazamento de óleo que ocorreu em abril e atingiu a região e que se desprenderam das pedras devido à ressaca que atinge o litoral.

A Prefeitura de Cabo Frio está tomando todas as providências necessárias e está de prontidão para que as praias não sofram danos causados pela contaminação por óleo bruto.

O monitoramento é feito diariamente por agentes da Secretaria de Meio Ambiente, Guarda Marítima e Ambiental e Comsercaf.
Representantes do Programa Bandeira Azul também fazem o monitoramento. Por se tratar de pequenos fragmentos, não há a possibilidade de contaminação. O trecho segue certificado.

De acordo com a coordenação do programa, se óleo atingir qualquer praia certificada, a bandeira deve ser baixada até que o local seja completamente limpo. A Bandeira Azul pode ficar sem ser hasteada por até 10 dias sem prejuízo para o restante da temporada.

Últimas Notícias

Sua Denúncia foi enviada com sucesso

As informações foram  enviadas para seu e-mail.