Categorias
Covid-19 Destaque Notícias Saúde

Cabo Frio amplia infraestrutura do Hospital Otime Cardoso dos Santos

Unidade aumentou em 10% a capacidade de abastecimento de gás para pacientes com a covid-19

A Prefeitura de Cabo Frio ampliou a infraestrutura do Hospital Municipal Otime Cardoso dos Santos, localizado no bairro Jardim Esperança. A unidade é referência para tratamento de pessoas diagnosticadas com a covid-19. Com a reformulação, o local passou a ter uma ala exclusiva para os pacientes com a doença, contando com 12 leitos de Unidade de Pacientes Graves (UPG) e outros seis de trauma.

O hospital passou ainda por manutenção e ampliação em toda rede de gases medicinais. Com o aumento da estrutura de armazenamento, a capacidade da produção e o consumo médio de oxigênio por leito covid-19 foi ampliado em 10%. O objetivo é garantir o abastecimento de gás e o atendimento às pessoas que precisam de internação em decorrência ao coronavírus.

“A medida oferece o suporte imediato para garantir leitos com total capacidade de oxigênio aos pacientes. Resulta, ainda, na prevenção ao agravamento da crise de abastecimento de insumos estratégicos relacionados ao armazenamento e produção de gás medicinal”, explica Felipe Fernandes, secretário de Saúde.

Outra novidade é o retorno de internação de clínica médica. A unidade passa a ter um setor exclusivo para internação por covid-19 e outro para interações clínicas. Para isso, o hospital foi dividido em duas alas totalmente separadas para não gerar fluxo dos atendimentos, disponibilizando 55% dos leitos exclusivos para pessoas com coronavírus e 45% para clínica médica.

“Hoje temos 18 leitos clínicos de enfermaria para casos não covid, e quatro leitos de trauma. Para atendimento exclusivo de pacientes com o vírus, temos seis leitos de isolamento no trauma, e 12 com suporte ventilatório. Para a ampliação, o hospital passou por reforma para implantar todas as adequações necessárias para que o atendimento da ala covid fosse totalmente separado”, explica a diretora médica do hospital, Priscila Gasparetto.

No início do ano, a Prefeitura de Cabo Frio instituiu a unidade hospitalar como referência para atendimento às pessoas diagnosticadas com a covid-19. Em março deste ano, o local passou por ampliação dos leitos, aumentando a capacidade em 50%.

De acordo com a Secretaria de Saúde, neste momento, o retorno das internações para clínica médica se deve exatamente pelo resultado positivo das ações do primeiro semestre para o enfrentamento e combate do coronavírus no município, com a queda de quase 80% nos casos de pacientes internados.

“Nós acompanhamos diariamente os quadros de internação e atendimento na média e alta complexidade do município. Nesse cenário atual, as ações para potencializar os atendimentos e obter a melhor logística de acordo com a evolução epidemiológica vão ocorrer constantemente. Além disso, seguimos em paralelo na melhoria permanente da rede pública de saúde. Uma das premissas do governo é garantir mais qualidade para saúde do cabo-friense”, conclui Felipe.

Categorias
Destaque Notícias Saúde

Hospital do Jardim Esperança inicia atendimento de pré-natal de alto risco

Serviço ambulatorial já está à disposição das gestantes

As gestantes do Jardim Esperança e de localidades vizinhas já podem contar com mais um serviço no Hospital Municipal Otime Cardoso dos Santos (HMOCS). De forma inédita, os atendimentos ambulatoriais de pré-natal de alto risco estão sendo realizados no local. Para reforçar o atendimento, um novo aparelho de ultrassom foi instalado na unidade hospitalar, permitindo a realização de exames necessários para o acompanhamento das gestações.

Com o novo serviço, a cada semana 50 agendamentos serão realizados através dos encaminhamentos das Estratégias de Saúde da Família (ESF), da rede de Atenção Básica. Atualmente, a área atendida possui 314 gestantes que se beneficiarão dos atendimentos. O acompanhamento das gestantes é realizado pela Unidade básica de Saúde e pelas ESFs do Porto do Carro, Tangará, Caminho de Búzios, Boca do Mato, Vila do Ar e Peró. Além dessa assistência, o serviço oferece acompanhamento conjunto com obstetra, apoio de exames laboratoriais e de imagem, todos realizados no Hospital do Jardim.

Antes da iniciativa ser implantada na unidade, as gestantes do grande Jardim tinham que se deslocar até o Centro de Saúde Oswaldo Cruz (CSOC), no Braga, para ter o acompanhamento em caso de gestação de alto risco. Com o reforço na rede municipal de saúde, o secretário, Felipe Fernandes, ressaltou a importância de uma nova oferta de serviço para as gestantes de Cabo Frio.

“Estamos muito satisfeitos em implantar esse atendimento para as grávidas que se encontram em uma gestação que inspira cuidados redobrados. Além disso, o serviço vai funcionar dentro do hospital justamente para facilitar o deslocamento delas. É uma conquista muito significativa para a unidade e para a comunidade do Jardim”, destacou o secretário de Saúde.