Algas vermelhas no mar da Praia do Forte não oferecem risco aos banhistas

Banhistas e moradores de Cabo Frio tiveram uma surpresa na manhã desta quinta-feira (09), ao se deparar com grande quantidade de algas vermelhas, principalmente no Canto do Forte. O site da prefeitura chegou a publicar, no mesmo dia, que se trataria do fenômeno conhecido como “Maré Vermelha”, mas a informação não procede. Na verdade a maré trouxe para a praia algas da espécie Rhodophita, de coloração vermelha – o que acabou criando a similaridade com o fenômeno da “Maré Vermelha”. Essas algas não oferecem risco aos banhistas.


O coordenador de Meio Ambiente, Mario Flavio Moreira explicou que o aparecimento das algas é um fenômeno natural e que as pessoas não precisam se alarmar, nem ter medo do contato com as plantas.


“Essas algas são conhecidas popularmente como “algas vermelhas” por apresentar essa coloração característica e seu nome científico é Rhodophyta. A camada interna dessa algas é constituída de microfibrilas de celulose e a matriz amorfa é composta por polissacarídeos e mucilagens (ágar e carragenanos importantes para a indústria farmacêuticas e indústria alimentícia, meio de cultura para microrganismos, cápsulas, supositórios, anticoagulantes, filme fotográfico, sabonete, creme para mãos, substitui a gelatina, cremes, geléias, maioneses, pudins, merengues, entre outros). As algas vermelhas são abundantes em águas tropicais e quentes”, explicou.


As algas vermelhas são trazidas e levadas de volta ao mar naturalmente pelo movimento das marés, portanto, não se faz necessária a sua retirada por órgãos ambientais ou de limpeza urbana, já que concentram uma grande quantidade de micro crustáceos e outros pequenos animais marinhos que dependem dela para a sua sobrevivência.


O QUE É MARÉ VERMELHA?


A Maré Vermelha é um fenômeno natural ocasionado pela presença e proliferação de alguns tipos de algas tóxicas que se deslocam das partes menos superficiais dos mares e sobem à superfície, ocasionando manchas de coloração em tons avermelhados no mar, as quais podem ser visualizadas em várias partes do mundo.


As algas em questão sobem para a superfície por motivos variados, como as mudanças de temperatura nas águas dos mares, a alteração dos níveis de salinidade presentes nas águas, bem como o despejo de esgoto e despejos diversos nas águas do mar. Com base nestes fatores, as algas crescem rapidamente, deslocando-se para a superfície.

A presença das algas que ocasionam a Maré Vermelha é considerada como um problema ambiental, por conta dos elevados índices de toxinas presentes nas algas e que contaminam as águas dos mares.

Com as águas contaminadas pelos agentes tóxicos, há um envenenamento dos animais aquáticos, ocasionando altos índices de mortalidade destes seres vivos. Daqueles que não morrem, muitos ficam contaminados e desenvolvem problemas variados. Com a presença massiva das algas nas águas do mar, ocorre um impedimento dos raios solares de atingirem os pontos mais profundos dos mares, pois não conseguem passar pela superfície.

A presença da Maré Vermelha pode ocasionar sérios problemas à saúde humana, sendo que quando são consumidas coisas contaminadas podem ser gerados vários problemas, os quais vão desde uma dormência na boca, até perturbações gastrintestinais, por conta das toxinas presentes. Em casos mais graves, com envenenamento, pode ocorrer o óbito das pessoas que consomem algo que esteja contaminado pelas toxinas que se originam nas Marés Vermelhas.

DestaqueNotícias

Comentários estão desabilitados.

FECHAR ACESSIBIILIDADE
%d blogueiros gostam disto: