Hospital de Tamoios disponibiliza exames de eletroencefalograma

Os moradores do segundo distrito de Cabo Frio ganharam uma boa notícia na área da saúde. O Hospital de Tamoios já disponibiliza exame de eletroencefalograma. Antes, o teste só era realizado no primeiro distrito, mas a partir de agora, com a novidade, a população não precisa mais se deslocar até o Centro de Cabo Frio quando precisar realizar este tipo de monitoramento cerebral. Os resultados também estarão disponíveis na unidade de saúde. A proposta é melhorar e facilitar o acesso das pessoas ao exame.


SAIBA MAIS

Saúde divulga balanço de campanha de vacinação contra a Influenza

Hospital da Mulher passa a marca de 28 mil atendimentos em 500 dias

Centro Municipal de Reabilitação atinge a marca de dois mil pacientes em seis meses de funcionamento


A realização do teste vai funcionar conforme a demanda e, inicialmente, a periodicidade será quinzenal conforme agendamento prévio. O hospital, então, compila os pedidos médicos e repassa para a empresa prestadora do serviço. Serão aceitos encaminhamentos médicos de neurologistas que atendam no PAM de Santo Antônio e de Unamar. Para o diretor do Hospital Tamoios, Valdivio Tigre Neto, a realização do exame no próprio distrito é uma reivindicação antiga da população.


“Batalhamos muito pra trazer esse benefício para Tamoios, já que a demanda aqui é muito grande. Como antes o exame só era feito no centro, muitas pessoas desistiam por causa do transtorno e da distância. Agora vai facilitar pra todo mundo”, explica ele.


O exame de eletroencefalograma (EEG)


O exame de eletroencefalograma (EEG) é um método de monitoramento utilizado para registrar a atividade elétrica do cérebro. É um método normalmente não-invasivo, no qual o paciente não sofre com o procedimento. Basicamente, são colocados eletrodos no couro cabeludo para realizar as medições das atividades cerebrais.


O EEG é muito útil para o diagnóstico de diversos problemas como cefaléia, epilepsia, distúrbios do sono, coma, espongiformes e morte cerebral. É usado como primeira opção de exame para diagnóstico de tumores, acidente vascular cerebral e outros distúrbios. É uma ferramenta valiosa para a investigação e o diagnóstico de problemas neurológicos, especialmente quando é necessário um intervalo de resolução temporal na ordem de milissegundos, o que não é possível com a tomografia computadorizada ou ressonância magnética.


Destaque

Comentários estão desabilitados.

FECHAR ACESSIBIILIDADE
%d blogueiros gostam disto: