Categorias
Destaque Notícias

Prefeitura de Cabo Frio implanta comissão para identificar materiais abandonados na Secretaria de Saúde

Grupo de trabalho vai identificar e providenciar a destinação para diversos bens encontrados em estado de abandono desde 2008

A Prefeitura de Cabo Frio implantou uma Comissão de Bens Móveis para identificar, catalogar e providenciar uma destinação para materiais abandonados na Secretaria de Saúde. O grupo de trabalho vai atuar para organizar uma série de bens inservíveis e materiais que não são utilizados desde 2008.

A Comissão Permanente de Avaliação e Inventário de Bens Móveis foi instituída nesta quarta-feira (22) pelo secretário de Saúde, Felipe Fernandes. O grupo é formado pela superintendente de Licitação e Contratos da Secretaria de Saúde, Karoline Zandorá Rodrigues, pela supervisora de Gestão e Fiscalização de Contratos, Bruna de Souza Azevedo, pelo supervisor de Tecnologia de Comunicação e Dados, Gustavo Ferreira Cunha da Silva, e pela agente administrativo Carla Sodré Barbosa.

Nesta quinta (23), a coordenadora do Departamento de Patrimônio da Saúde, Joana Ferreira, esteve no galpão localizado na Morada do Samba, que possui materiais de escritório e outros tipos de inservíveis deixados de anos anteriores para a gestão atual da Prefeitura.

Parte dos equipamentos encontrados já foi reestruturada e reutilizada. O setor está em processo de inventário para prosseguir com as baixas patrimoniais.

“Desde que assumimos, estamos trabalhando duro para melhorar, além do atendimento à população, toda a gestão da saúde no município. Gerar economia aos cofres públicos é uma das nossas metas. O trabalho de identificação do patrimônio é minucioso e repleto de detalhes, por isso demanda tempo e total dedicação. São diversos materiais encontrados, como mobiliários, equipamentos hospitalares, eletrônicos e veículos. A recuperação dos bens demonstra o avanço que estamos conquistando na gestão atual”, afirma o secretário municipal de Saúde, Felipe Fernandes.

CONTRATO PARA INCINERAR MEDICAMENTOS VENCIDOS

Está em fase de cotação de preços a licitação da Secretaria de Saúde para incinerar medicamentos vencidos, que foram deixados de anos anteriores. Ao assumir em janeiro deste ano, a atual gestão encontrou um depósito alugado pela Secretaria Municipal de Saúde com sete toneladas de medicamentos vencidos. Durante vistorias nas unidades de saúde, novos medicamentos vencidos foram encontrados e encaminhados ao depósito, que contabiliza, atualmente, o montante de 21 toneladas.

Após realizar o levantamento da situação, a Secretaria de Saúde deu início ao processo licitatório para contratação do serviço de incineração, conforme o protocolo estabelecido pela Anvisa. Todos os medicamentos que se encontram no depósito foram comprados e recebidos pela gestão anterior da Prefeitura. Os medicamentos vencidos durante este ano somente foram levados para o depósito após terem atingido a data de vencimento.

No almoxarifado da Secretaria de Saúde (que fica em local distinto do depósito de medicamentos vencidos) existe uma ala de medicamentos “segregados”, que estão próximos da data de vencimento. A equipe do almoxarifado busca dar vazão a esses medicamentos antes do vencimento, inclusive com a possibilidade de doações, mas nem sempre é possível. Mensalmente é colhida uma sobra residual de medicamentos vencidos, que são levados para o depósito em questão.

A Prefeitura estipulou a contratação do serviço de incineração referente às 21 toneladas de medicamentos que estão no depósito.

Categorias
Destaque Gabinete do Prefeito Notícias

Cabo Frio renova parceria com o programa Calçada Acessível

Projeto é voltado para inclusão, qualidade de vida e otimização dos deslocamentos urbanos

O prefeito José Bonifácio assinou na tarde desta sexta-feira (10) uma carta de intenções com a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan). O objetivo é a renovação do “Programa Calçada Acessível”, que busca requalificar os espaços públicos, visando torná-los mais democráticos para o trânsito de todos, principalmente das pessoas com deficiência e com mobilidade reduzida. A assinatura aconteceu no gabinete do prefeito.

De acordo com Luiz Gustavo Guimarães, especialista em Desenvolvimento Setorial da Federação, a intenção é igualar as oportunidades de mobilidade para que as pessoas tenham uma cidade mais adequada.

“O programa busca discutir a mobilidade a pé junto com os municípios do Rio de Janeiro. Então, hoje, viemos renovar a carta de intenção junto ao prefeito José Bonifácio, fazendo com que os ambientes urbanos sejam futuramente discutidos, melhorando a qualidade das calçadas e toda questão da mobilidade a pé”, disse Luiz Gustavo.

O programa é coordenado pela Firjan em parceria com a Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), em uma iniciativa que já acontece em 32 municípios do estado do Rio de Janeiro. As diretrizes do programa já viraram lei em seis municípios e se tornaram decreto em outros cinco. Na atual gestão já foram assinadas 16 Cartas de Intenções, das quais 11 são de renovação e cinco, novas.

“A assinatura da carta de intenções renovando essa parceria de sucesso é muito importante porque as calçadas e os pedestres são sempre prioridades. Já começamos a fazer algumas rampas de acesso nas calçadas para cadeirantes seguindo as normas técnicas, mas precisamos fazer sempre mais, em todas as esquinas possíveis”, afirmou o prefeito José Bonifácio.

O trabalho é realizado com uma metodologia em oito etapas. Entre elas, o workshop que estimula profissionais a vivenciarem a experiência da acessibilidade, sentindo as dificuldades enfrentadas no dia a dia por uma pessoa com deficiência visual ou cadeirante, por exemplo. No processo também é criado um manual técnico de calçadas, que servirá de base e orientação da padronização de calçadas para todo o município, além de um folder e material de apoio simplificado.

Antes da assinatura do documento, o prefeito José Bonifácio reuniu boa parte do seu secretariado para plantar duas mudas de ipê branco na Praça Tiradentes, em frente à sede da Prefeitura.

Categorias
Destaque Esportes Notícias Turismo, Esporte e Lazer

Cabo Frio começa a montagem de equipes para Jogos Intermunicipais

O mês de agosto está reservado para as seletivas que vão formar as equipes de futebol, futevôlei, vôlei de praia e atletismo. A competição terá início em 5 de setembro

A Prefeitura de Cabo Frio confirmou participação nos Jogos Intermunicipais, que estão sendo organizados pelo Consórcio Regional de Esportes da Costa do Sol. Prevista para começar no dia 5 de setembro, a competição faz parte de um movimento de Prefeituras da região para criar estratégias conjuntas na área do esporte e do lazer.

Desde o início do ano já foram realizadas quatro reuniões com os secretários de Esporte e Lazer da Costa do Sol para a criação, a partir de 2022, de um calendário esportivo que integre os municípios de Rio Bonito, Saquarema, Araruama, Iguaba Grande, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Casimiro de Abreu, Silva Jardim, Rio das Ostras e Macaé. O próximo encontro de secretários será no final deste mês de agosto, em Rio das Ostras.

Os Jogos Intermunicipais serão uma espécie de projeto-piloto para este calendário. Na edição deste ano, quatro modalidades estarão em disputa: futebol (sub17 masculino, adulto masculino e adulto feminino, este disputado em sede única, em sistema de torneio); futevôlei (com duplas masculinas e mistas); vôlei de praia (com duplas masculinas e femininas); e corrida de rua (dividido em equipes masculinas e femininas).

Para que Cabo Frio possa participar da competição este ano, a Secretaria Adjunta de Esporte e Lazer vai promover, ao longo do mês deste mês, seletivas para formar suas representações. A do futebol está marcada para este sábado (7), e o treinador Antônio Hohman, o Toninho, ficará a cargo da montagem das equipes.

Já a seletiva do vôlei ficará a cargo da Liga Cabofriense da modalidade, que promove, nos próximos dias 21 e 22 o Cabo Frio Open de Vôlei de Praia. Os representantes do atletismo serão indicados pela Associação dos Corredores da Região dos Lagos (ARCOLAGOS). A seletiva do futevôlei terá data e local divulgados nos próximos dias.

A intenção, segundo o secretário adjunto, Rodolpho Campbell, é de dar chance para que os praticantes destas modalidades representem o município.

“Acreditamos que esses jogos intermunicipais incentivarão o crescimento do desporto, integrando e incentivando diversos atletas. O esporte une pessoas, e esse vai ser o legado dos nossos jogos”, destacou.

COMPETIÇÃO VAI DURAR QUATRO MESES

Os torneios masculinos de futebol começam no dia 5 de setembro e serão disputados em dois grupos: um com seis equipes e outro com cinco, já que Iguaba Grande saiu da disputa. No grupo A estão Búzios, Cabo Frio, Arraial do Cabo, Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia e Macaé. O grupo B é formado por Rio Bonito, Silva Jardim, Saquarema, Araruama e Casimiro de Abreu.

O futevôlei terá cinco etapas, nos dias 24 de outubro (em Cabo Frio); 7 e 21 de novembro (em Rio das Ostras e Búzios, respectivamente); 5 e 19 de dezembro (Arraial do Cabo e Búzios, respectivamente). O torneio de vôlei de praia terá jogos nas mesmas datas do futevôlei, mas em sedes diferentes: pela ordem, em Tamoios, São Pedro, Saquarema, Macaé e Silva Jardim. As provas de corrida de rua, com percurso de 10km em cada uma das quatro etapas, acontecerão em Arraial do Cabo (31/10), Cabo Frio (14/11), Búzios (28/11) e São Pedro (12/12).

Categorias
Administração Destaque Governo

TJRJ determina suspensão da greve dos servidores municipais

Uma decisão, em caráter liminar, do desembargador Claudio de Mello Tavares, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), determinou a suspensão da greve dos servidores municipais de Cabo Frio. A medida exige o pleno funcionamento dos serviços de urgência e emergência da cidade, com exceção dos trabalhadores da saúde, que deverão retornar integralmente às atividades sob pena de multa diária de R$ 50 mil em caso de descumprimento. A liminar foi concedida na quinta-feira (10).

“Estamos empenhados em honrar todos os compromissos assumidos com os nossos servidores, principalmente no que diz respeito ao pagamento dos salários dentro do mês vigente. A arrecadação do município teve queda em relação ao mesmo período do ano anterior e os recursos têm sido insuficientes, mas, ainda assim, estamos trabalhando para a manutenção dos serviços essenciais”, afirmou o prefeito Dr. Adriano Moreno.

Em relação à Educação, o documento estabelece que deverá ser mantido o quantitativo mínimo equivalente a 70% do total de servidores para as atividades relacionadas ao serviço de ensino, em cada unidade, também sob pena de multa diária no mesmo valor.

A decisão, em face de ação proposta pelo município, baseou-se no fato de que o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Cabo Frio (Sindcaf) e o Sindicato dos Trabalhadores da Saúde de Cabo Frio (Sindsaúde) não teriam cumprido os requisitos legais para deflagração de greve, tais como notificação prévia, esgotamento das negociações e deliberação em assembleia.

Em relação ao Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação do Estado do Rio de Janeiro (Núcleo Sepe/Lagos), o argumento da Prefeitura é de que algumas premissas previstas em lei não foram atendidas pelo sindicato e que os salários da categoria estão sendo pagos dentro do mês vigente, além disso, as ameaças de paralisação impedem a prestação do serviço público de qualidade, causando prejuízos aos alunos das escolas da rede municipal de ensino.

Uma audiência de conciliação entre as partes foi agendada para o dia 22 de outubro, às 14h, na sede do TJRJ.