Nesta quinta-feira (8) aconteceu o VII Encontro de Trabalhadores do Suas da Secretaria de Assistência Social. O evento abordou a dependentes químicos como tema, com foco na prevenção. A iniciativa tem parcerias com a Polícia Militar do Estado do Rio do Janeiro (PMERJ) que, através do Proerd (Programa Educacional de Prevenção às Drogas), ministrou palestras para técnicos da Secretaria, além de crianças e adolescentes dos Cras Tamoios e Botafogo. Os participantes receberam orientações e novos conhecimentos sobre como abordar e agir com dependentes químicos. O encontrou aconteceu na sede da Secretaria.  

A Superintendência de Gestão do Suas e o Departamento de Políticas de Prevenção às Drogas (DPPD) deram suporte ao evento, que aconteceu durante todo o dia. Ao todo, foram ministradas oito palestras e oficina preventiva. Para o diretor do DPPD, Marcos Moraes, abordar esse tema com frequência junto aos trabalhadores da rede municipal da Assistência Social se faz necessário porque a questão das drogas se tornou um problema grave e crescente em nossa sociedade.

“Em suas atribuições, o Departamento de Políticas de Prevenção às Drogas promove a prevenção ao uso abusivo de álcool e outras drogas. Dentro dessas políticas entendemos que é preciso levar conhecimento e projetar luz sobre esse tema tão obscuro e crescente. Uma das linhas de ação, que entendemos como fundamental, é capacitar os técnicos e servidores da rede municipal da Assistência Social para que esse olhar se amplie, tendo em vista que o tema “dependência química” ainda é um assunto desconhecido por muitos. Nesse sentido, iniciamos uma jornada dentro das secretarias do município promovendo capacitação, com o maior número de servidores possíveis, pois entendemos que esse é um problema de todos e não somente de um setor isolado”, avalia o diretor.

Vários psicólogos participaram do evento. Maria Alice Kita, abordou a dependência química e suas comorbidades; Ana Lúcia Melo, palestrou sobre os efeitos da droga no ciclo vital, relacionando os problemas causados em todas as etapas da vida e Wilson Queiroz, que fez um comparativos e revelações sobre o que é mito ou verdade em relação às drogas.

Também participaram do encontro técnicos em reabilitação. Júlio Barreto que, através de histórias reais, orientou quanto às formas corretas de abordagem aos usuários; Gustavo Lopes, que apresentou ferramentas motivacionais para abordagens sociais; Márcia Gomes, abordando a participação da família na vida e na recuperação do dependente e o psicopedagogo Roberto Rocha, também com orientações para familiares.

O DPPD promove ainda atividades de prevenção às drogas em parceria com a Educação. “Estamos atuando em parceria também dentro da rede de ensino escolar do Município, promovendo uma aproximação com diálogo e escuta dos alunos. O objetivo é que possamos, de forma sincronizada, traçar planos e ações juntos aos profissionais da educação e pais de alunos para um enfrentamento eficaz do problema das drogas” finaliza Marcos Moraes.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Assistência SocialNotícias

Comentários estão desabilitados.

FECHAR ACESSIBIILIDADE
%d blogueiros gostam disto: