Livro infantil conta história de Cabo Frio de forma lúdica

Tarde de autógrafos será no aniversário de 406 anos da cidade

Imagine um livro infantil que conte a história de Cabo Frio de forma lúdica, com ilustrações bem coloridas, e que ainda tenha um material extra com vários passatempos. É exatamente isso que o professor e historiador Luiz Guilherme Scaldaferri preparou. No livro “História de Cabo Frio contada à minha filha”, lançado pela Sophia Editora, a cidade é retratada em 52 páginas, através de um passeio em família pelos principais pontos turísticos e históricos.

A obra, que traz ilustrações de Yuri Vasconcellos, é protagonizada pela pequena Liz, filha de Luiz Guilherme. Na história, através de um passeio em família, a jovem vive momentos de aprendizado ao descobrir detalhes curiosos sobre a cidade onde mora.

Praia do Forte, Morro da Guia e Museu de Arte e Museu de Arte Religiosa e Tradicional de Cabo Frio (Mart), são alguns dos pontos retratados na obra, que também traz lendas, causos e particularidades da memória do município.

Além da história, contada de forma lúdica, Luiz Guilherme também produziu um caderno com mais de 30 atividades (cruzadinha, caça-palavra, jogo dos erros, quebra-cabeça, desenhos para colorir, palavra secreta, memória, labirinto etc). O download do caderno pode ser feito no site da Sophia, onde o livro já pode ser adquirido (https://www.sophiaeditora.com.br/historia-de-cabo-frio-contada-a-minha-filha).

Em comemoração ao aniversário de 406 anos de Cabo Frio, uma tarde de autógrafo está sendo preparada para o próximo dia 13 de novembro.

“Tenho feito um trabalho de quase 20 anos de divulgação da história local, em especial a de Cabo Frio e a de São Pedro da Aldeia. Muitas pessoas falavam que eu deveria produzir algo para crianças. Desde o nascimento da minha filha, há 5 anos, comecei a pensar mais seriamente sobre a questão, sobretudo a partir do momento em que passei a ler para ela”, conta Scaldaferri.

Além deste livro, Luiz Guilherme Scaldaferri também lançou “História de Cabo Frio – dos sambaquieiros aos cabo-frienses (c. 3.720 a. C. – 2020)”, em coautoria com o também professor e historiador José Francisco de Moura, e “Cabo Frio e a Pesca da Baleia na Ponta dos Búzios – Séculos XVIII e XIX”, com Rose Fernandes. Ele também acaba de ser agraciado com o diploma Otime Cardoso dos Santos, por conta de sua contribuição à pesquisa e preservação da memória da cidade.

Últimas Notícias

Sua Denúncia foi enviada com sucesso

As informações foram  enviadas para seu e-mail.