Prefeitura de Cabo Frio finaliza serviço de controle de pragas em bens tombados

Prédios públicos tombados nas esferas federal, estadual e municipal passaram por “descupinização” e ações preventivas

Recuperar e preservar o patrimônio do município é um dos objetivos da Prefeitura de Cabo Frio, que finalizou as ações de “descupinização” e combate às pragas em prédios tombados de interesse histórico. As ações foram realizadas na Casa de Cultura José de Dome (Charitas), no Forte de São Matheus, na sede da Fazenda Campos Novos, em Tamoios, na Fonte do Itajuru e na Capela da Ordem Terceira de São Francisco, no interior do Convento Nossa Senhora dos Anjos.

Priorizando conter a degradação causada pela incidência de pragas, as unidades foram atendidas por etapas, com a aplicação de agentes químicos. A sede da Fazenda Campos Novos e todo o entorno passaram por duas etapas de controle de pragas, assim como aconteceu no Forte de São Matheus, na Fonte do Itajuru e na Capela da Ordem Terceira de São Francisco. Já o Charitas, precisou de cinco ações para eliminação das pragas. As ações foram custeadas via Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).

Todos os patrimônios históricos e bens tombados foram vistoriados. Cada unidade conta com laudo da empresa executora, respaldando a necessidade do atendimento e realização do serviço. A equipe contratada para o serviço também instalou um equipamento que vai liberar agentes químicos periodicamente, prolongando a efetividade das ações.

“É um alívio muito grande. Este tipo de tratamento não acontecia há tempos e demos fim a um terrível período de abandono. Quem trabalha nesses prédios não via a hora dessa situação terminar de vez, e temos de agradecer a parceria da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Urbano e da Controladoria Geral do Município, onde conseguimos o Termo de Ajustamento de Conduta, que nos proporcionou custear esses serviços”, disse Wilson Miranda, diretor do Instituto Municipal do Patrimônio Cultural (Imupac).

PORTÃO DO CHARITAS É REFORMADO

O portão que dá acesso à parte de trás do Charitas foi completamente restaurado. A estrutura antiga estava apodrecida, infestada de cupins, e não passava por manutenção há anos. O portão foi refeito com madeira garapa, que tem boa resistência a fungos e cupins, além de ser uma excelente opção para área externa por conta de sua durabilidade mediante as intempéries.

Últimas Notícias

Sua Denúncia foi enviada com sucesso

As informações foram  enviadas para seu e-mail.