Vigilância em Saúde Ambiental elabora planejamento para o Castramóvel

Equipamento será utilizado na prevenção às zoonoses em humanos

A Vigilância em Saúde Ambiental, órgão da Secretaria de Saúde, está elaborando o planejamento para a utilização do Castramóvel. A coordenação atua na montagem das equipes e na aquisição de parte dos insumos necessários. A estimativa é de que o equipamento comece a funcionar em fevereiro. O objetivo é prevenir as zoonoses em humanos, além de realizar o controle dos animais de rua ou que são abandonados.

Atualmente, Cabo Frio possui cerca de 25 mil animais, entre cães e gatos, que estão vacinados e a utilização do Castramóvel seguirá as diretrizes do Programa de Castração Animal elaborado pelo Ministério da Saúde. A iniciativa federal prevê o combate da disseminação de zoonoses como esporotricose, sarna, leishmaniose, que são doenças infecciosas naturalmente transmitidas entre animais e seres humanos.

“O castramóvel é uma aquisição importante para o programa municipal e será mais uma ferramenta para o êxito do cumprimento das diretrizes do programa. O planejamento é para que em breve ele inicie a operação, inclusive no segundo distrito e, para isso, estamos trabalhando na montagem de um cronograma que atenda a cidade como um todo”, explicou a coordenadora de Vigilância em Saúde Ambiental, Andreia Nogueira.

Conforme a legislação em vigor, o equipamento é de uso exclusivo da Secretaria de Saúde, que recebeu o veículo legalmente apenas em dezembro. A unidade tem 8,5 metros de comprimento, 2,5 metros de largura e 2,80 metros de altura. De acordo com Andreia Nogueira, inicialmente o castramóvel vai atuar nas áreas com maior incidência das doenças citadas.

office 2013 kaufen

Últimas Notícias

Sua Denúncia foi enviada com sucesso

As informações foram  enviadas para seu e-mail.